Pintando com bolhas

15/05/2012

 Vc vai precisar de:

– diversas cores de tinta gouche

– detergente

– água

– copos de plástico

– canudos

– papel

Começando a diversão:

  1. Misture um pouco de tinta, com detergente e um pouquinho de água em um copo plástico (tem que ser no olhômetro mesmo). Misture tudo. Se a cor ficar muito clara, coloque mais um pouco de tinta.
  2. Coloque o canudo no copo e sopre até que as bolhas comecem a sair do copo. Assegure-se de que o seu filho seja maduro o suficiente para fazer isso, hein?
  3. Pegue o papel e estoure as bolhas nele. Repita com as cores que vc quiser
  4. Deixe secar

                                                                

 

Anúncios

Polvinho gourmet

07/05/2012

Criamos a BALOIAN com a idéia de tornar momentos difíceis na vida das mães um pouquinho mais fáceis.  Sabemos que a hora das refeições pode ser um problemão!

Os “verdinhos” costumam ser rejeitados, tem dias que feijão não entra na colher de jeito nenhum e muitas vezes acabamos esse processo sujas da cabeça aos pés de tantas manobras para ver se ele comem um pouquinho mais.

Além dos talheres lindos que a gente já faz, queremos dividir com vocês receitas divertidas (para fazer com ou sem eles) que prometem camuflar nutrientes importantes…

Caprichem na apresentação, porque primeiro a gente come com os olhos!

Hoje uma foto de um prato de macarrão de espinafre com uma salsicha de peru em formato de polvo (ok, tá certo que salsicha não é o melhor dos alimentos, mas as vezes a gente tem que relaxar, certo?). Inspirem-se!!!

Planejando o finde – 03 de maio

03/05/2012

File Rio

Até dia 13 de maio acontece o FILE RIO 2012. A exposição apresenta projetos inéditos em diferentes áreas das artes eletrônicas: instalações, aplicativos para tablets, machinimas, mídia arte e arte sonora. É um passeio diferente e divertido, pois as crianças vão poder desfrutar de novas experiências em um universo lúdico e interativo.

Oi Futuro -Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, Rio de Janeiro

 

O Mercado

Conheça a próxima edição do O Mercado que acontece dias 5 e 6 dias de maio, um evento de moda/arte para quem procura novidades, criatividade e preços bacanas com a participação de mais de 90 marcas.Para atender bem aos clientes são selecionadas marcas diversas formando um incrível mix de produtos que inclui: moda feminina, masculina, infantil, acessórios, decoração,entre outros.

De 14 às 21h ns Casa de España – R. Vitório da Costa, 254, Humaitá.

 

Educação Musical

A Tatibitati já abriu as primeiras turmas na unidade O2 (perto da Peninsula), para início em maio:

Quarta-feira:
9:00 – Iniciação Musical (crianças de 2 a 3 anos) – mensalidade: R$210,00
10:00 – Musicalização (bebês de 1 a 2 anos) – mensalidade: R$230,00

Quinta-feira:
16:00 – Musicalização (bebês de 1 a 2 anos) – mensalidade: R$230,00
17:00 – Iniciação Musical (crianças de 2 a 3 anos) – mensalidade: R$210,00

Os primeiros alunos a se matricularem nessas turmas vão ganhar a isenção da taxa de matrícula de R$170,00 de 2012 de presente! E terão mais 10% de desconto na primeira mensalidade (de MAIO)!

A unidade Sun Plaza (perto do Rio Design Barra), será inaugurada em junho.

 

Exposição Anticorpos

 

Até 6 de maio fica em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil ,a exposição Aticorpos”, com 200 obras de design dos irmãos Fernando e Humberto Campana, inspira esta atividade para crianças de 3 a 6 anos.

Reunidas em um espaço próximo à galeria onde acontece a mostra, elas são estimuladas a criar as próprias peças, usando materiais como cordas, plástico-bolha, isopor, retalhos de tecido e madeira. 

Sábado e domingo, às 15h

Rua Primeiro de Março, 66, Centro

Tel. 3808-2070.

Educação insustentável – o que estamos construindo com o modelo educacional vigente?

02/05/2012

 O que sustentabilidade e educação infantil têm a ver? Tudo. Sustentabilidade fala do futuro. Educação infantil também. Sustentabilidade fala sobre sustentar, sobre criar uma sociedade que possa ser sustentada em si. Educação infantil ensina para que a criança possa se sustentar. Sustentabilidade fala sobre trabalhar com o material que temos, em viver o presente como ele se apresenta para construirmos um amanhã seguro. Educação infantil…. não.

Metodologias existem em (quase) todas as escolas. Sejam elas convencionais (me recuso a usar aqui a palavra tradicional, tradição é outra coisa…) ou construtivistas, não importa. O método existe para ser aplicado. Independente de como o presente se apresente, o método está ali, entra turma e sai turma. E as características individuais de cada grupo e cada criança? O mesmo método consegue dar conta disso?

Experimente exatamente a mesma brincadeira que um grupo de crianças amou com um outro grupo de crianças. Será que vai dar tão certo? Provavelmente não. Umas são mais artísticas, outras mais esportistas. Umas mais atentas, outras dispersas. Violentas, carinhosas, carentes. A maneira de prender atenção, de explicar, de brincar, tudo será diferente. Se você tentar aplicar exatamente o mesmo método do grupo anterior, vai haver frustração de ambas as partes. Agora, se você realmente estiver com o grupo que tem, vivendo no presente, trabalhando com as situações que se apresentam e reagindo sem reatividade e com intuição, a atividade será um sucesso, certamente.

Mas a coisa é bem diferente nas escolas…

Grade curricular. GRADE. As escolas hoje são construídas na mesma arquitetura de prisões. Luzes frias, paredes de concreto, salas atabalhoadas com mais alunos do que um professor pode dar atenção. Aprisionamento de pensamentos.

Educação por série. SÉRIE. Entra ano e sai ano, a educação é transmitida da mesma maneira. Me remete ao fordismo, á produção em série.

Turmas divididas por idades. E desde quando aprendemos a mesma coisa na mesma faixa etária? Há de se respeitar o tempo de aprendizado individual! E desde quando só aprendemos com os que têm a mesma idade que nós? Aprendemos com pessoas de todas as idades.

Testes e provas. TESTES e PROVAS. A falta de confiança no aprendizado do aluno é tanta que é necessário testar se ele aprendeu. Depois de testar, há de se provar. Falta de confiança no aluno ou na capacidade do professor de ensinar? O professor deveria conhecer seus alunos tão a fundo que as provas seriam desnecessárias. Ele saberia a quantas anda o aprendizado de cada um e qual a melhor maneira de otimizar o conhecimento. Mas para isso as turmas deveriam ser menores e os professores mais bem preparados.

 Carga horária. CARGA. Mas carga não é pra burro carregar? Carga é algo pesado. E desde quando aprendizado precisa ser penoso e pesado?

50 minutos de aula. De onde vem isso? Em 1910, a Universidade de Chicago fez um estudo e constatou que as pessoas conseguiam prender a atenção em um determinado assunto na escola por 50 minutos. Por isso, as aulas e matérias passaram a ser dadas dentro deste intervalo de tempo. Porém, estudos recentes demonstram que o tempo que um jovem presta atenção em algo é de apenas 8 minutos.

Saber de cor. DE COR. De coração. Como no inglês, by heart. Estamos ensinando a saber de cor e não de coração. As crianças não são estimuladas a entender com o coração, nem sequer a entender. Recebem mecanicamente o conhecimento transmitido porque precisam provar que entenderam no fim do bimestre. Na hora de aplicar na “vida real” o que supostamente aprenderam, congelam, porque estão acostumadas à repetição e não ao pensamento livre. É a síndrome do pensamento único.

Resoluções únicas. Em grande parte das escolas, não existe respeito à escolha individual. Cada equação possui uma só maneira de ser resolvida, não importa se o aluno chegar à resposta correta por um outro caminho. Ele precisa utilizar o tipo de resolução apresentado no quadro. Qual o impacto disso nas escolhas da vida adulta? Como entender que a felicidade está no caminho e não na meta se o foco da vida escolar é na resposta certa?

E a prova de múltipla escolha? Múltipla escolha vírgula! Existe uma só escolha correta. Deveria ao menos haver uma possibilidade “justifique sua resposta”. Mas não, desde crianças somos levados a entender que só existe uma maneira de resolução de problemas. A cartesiana.

Nossa sociedade funciona cartesianamente, com conhecimento fechado, competitividade, relacionamentos verticais e produção em massa. Deu no que deu. Impossibilidade de se sustentar esse modelo insustentável. Contudo, a escola ainda funciona da mesma maneira. Pois já é mais do que hora de repensarmos isso. Hora de nos perguntarmos como construiremos uma sociedade sustentável se nossas crianças estão sendo educadas para a manutenção do modelo atual – provadamente insustentável. Onde está a escola que construirá uma sociedade holística, com conhecimento aberto, colaboração, relacionamentos horizontais e microeconomia?

Já existem inúmeros estudos que apontam para um modo de vida possível: negócios sociais, microeconomia, conectividade, pensamento sistêmico e holístico. Inúmeros pensadores falando sobre isso: Leonardo Boff, Muhammad Yunus, Fritjof Capra, Frei Betto, José Pacheco, Roberto Semler, Oscar Motomura… Ainda poucos espaços educacionais pensando nisso: Escola da Ponte (Portugal), Lumiar (SP), Moleque de Ideias (Niteroi, de onde veio a inspiração pra esse post, bem como as fotos), Green School (Bali), Casa Escola (Natal), espero que muitas outras que ainda não tive o prazer de conhecer…

Mesmo com tanta informação pipocando, o conhecimento do magistério não é atualizado. O professor precisa se envolver em assuntos que não saiba. Precisa ser ensinador e não repetidor. Se a direção das escolas e os professores de nossos filhos não se atentarem para esse novo paradigma que se apresenta como urgente, como nosso futuro pode ser garantido?

Fazendo arte com fita crepe

25/04/2012

Criança pequena gosta de se lambuzar! Quem não se lembra de ter passado horas brincando em uma poça de lama, rolando na areia depois de um delicioso banho de mangueira ou então usando tinta em qualquer lugar do corpo, menos no papel?

Se sujar faz parte do aprendizado…

Mas também é possível fazer arte a partir destes momentos. A idéia é escrever o nome da criança usando fita crepe e depois deixar os pequenos se divertirem com tinta guache.

Depois que secar só tem que retirar a fita e voilá!

A gente te aquece neste inverno!

20/04/2012

E já que estamos falando de gripes e refriados…

O inverno vem aí, frente fria chegando, hora de começar a agasalhar os bebês, certo?

Criamos cueiros em malha estamapa, double face, totalmente confortáveis e macios!

Querem um? Mandem um e-mail ou entrem na nossa loja virtual: http://baloianloja.webstorelw.com.br/

Gripe ou resfriado? Achava que era tudo igual?

20/04/2012

O resfriado comum é uma doença infecciosa muito frequente na infância. Crianças menores de 5 anos tem em média 8 episódios por ano, a maioria nos meses de inverno. Daí a sensação de que os filhos estão sempre doentes nesta época do ano. É uma infecção causada por vírus e auto-limitada (ou seja, cura-se sozinha!). Os principais sintomas são febre, obstrução nasal e coriza que podem durar até 2 semanas.

 Já a gripe é uma doença sistêmica caracterizada por febre mais alta, queda do estado geral, dor no corpo e sintomas respiratórios. Também é auto-limitada e, assim como o resfriado, é uma virose. O mais típico vírus causador da gripe é o vírus influenza. Existe uma vacina contra a gripe, recomendada para todas as crianças e seus contatos domiciliares, que deve ser aplicada uma vez por ano, nos meses de inverno. Vale lembrar disso na próxima consulta ao seu pediatra.

 A transmissão destas duas infecções ocorre através de gotículas produzidas pela tosse e espirros ou pelo contato de mãos contaminadas com a via aérea de indivíduos sadios. O contágio é significativo em comunidades fechadas e semifechadas como creches, escolas e domicílios, daí ser mais freqüente no inverno, quando estamos mais tempo em ambientes fechados e mal ventilados. Os principais transmissores da gripe e do resfriando dentro das famílias são as crianças, que tem menores noções de higiene.  A transmissão inicia-se 1 a 2 dias antes do aparecimento dos sintomas e continua por mais uma semana aproximadamente.

 Para prevenção deve-se evitar o contato com pessoas doentes, lavar as mãos freqüentemente e vacinar anualmente as crianças para gripe. Também quero ressaltar a importância das famílias não mandarem seus filhos doentes para a escola, onde contaminam outras crianças. Se todos fizerem isso, seus filhos ficarão menos doentes e perderão menos dias de aula.

 Um beijo, Fernanda Niskier Cukier

Programando o finde 19 abril

19/04/2012

Crescendo Centro Infantil

No sábado, dia 28/04 acontece no Crescendo Centro Infantil das 16:30 as 18:00h, localizado na Barra da Tijuca, a Roda de Tambores Infantil para celebrar o aniversário de 1 ano do Centro Integrado de Desenvolvimento. Som, cores, movimento e muita diversão… crianças de todas as idades e suas famílias serão bem vindas. Entrada franca.

http://www.crescendocentroinfantil.com

 

 João e Maria, um doce musical

 A clássica história dos irmãos Grimm é contada com muita música e boa dose de comédia, com um surpreendente final. João e Maria, dois irmãos que resolvem explorar a floresta escondidos dos pais, caem em uma armadilha preparada pela Bruxa e suas fiéis ajudantes, Cata e Toa, duas aves irmãs siamesas que sonham se tornar cantoras. Assim, os irmãos encontram a casa de doces e acabam descobrindo os segredos da Bruxa. Sábados e domingos, às 17h30h.

Centro Cultural Anglo Americano- Av. das Américas 2.063- Barra da Tijuca
Informações: 2439-8002

 

Vamos fazer um monte de arte

No dia 22, domingo a partir das 16horas,a loja da Livraria da Travessa do Barra Shopping  abrirá suas portas para lançar o livro “Vamos fazer um monte de arte” de Marion Deuchars. No espaço da livraria destinado à literatura infanto juvenil serão espalhados cavaletes de pintura e no lugar de telas estarão algumas das páginas duplas do livro ampliadas. Com orientação de uma arte-educadora, as crianças poderão desenhar, pintar, colar, enfim, recriar o sorriso da Monalisa ou criar sua própria obra arte.

Avenida das Américas, 4.666 – nível Américas loja 220

O último arco-íris.

No Instituto Moreira Salles acontece contação de história sobre consciência ecológica para crianças, onde a borboleta Ofélia tenta salvar o último arco-íris capaz de ser visto pelos olhos humanos.

Idade mínima: 03 anos.

Todos os sábados às 17h.

 Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea

 Informações: aqui

postado por: KIDS in

Programando o finde

12/04/2012

Heleno no CineMaterna

Hoje, dia 12 de abril tem evento especial da Trupe  com o Cinematerna !

 

Antes da sessão do Filme Heleno, vai acontecer uma roda de música super animada para você e seu bebê de até 18 meses se divertirem num programa super legal !

As 13:30 h no Kinoplex Fashion Mall .

Estrada da Gávea, 899 – 2º Piso – São Conrado

Oficina de fabricação de móbiles
A fabricação de móbiles é utilizada por Caroline Polle como um símbolo de concientização sobre a necessidade de buscar um equilíbrio entre os usos dos recursos da natureza e o fato de cuidar do meio ambiente. Um móbile é também um objeto de decoração, leve e apaziguante, incentivando a relaxação e a contemplação.

A oficina acontece dia 14 de abril as 11 horas na loja Mutações.

Largo dos Leões 81,loja C – Humaitá

Informações : 2530-4201

João e Alice em Liga da Justiça

João, um menino esperto, vidrado em heróis, não perde um episódio da Liga da Justiça, que passa na TV. Ele vive grandes aventuras ao lado do Super-Homem, Batmam, Lanterna Verde, Mulher Maravilha e Mulher Gavião, que unem seus poderes para enfrentar os planos do terrível vilão de Gotham City, o Coringa. Num enredo cheio de aventuras e grandes brincadeiras, essa divertida história é contada para toda a família.

Teatro Vannucci

Sábados e domingos as 13H30

 Rua Marquês de São Vicente, 52 – Shopping da Gávea – 3º piso

Jardim Zoológico

A Fundação RioZoo tem mais de 2.100 animais entre répteis, mamíferos e aves. Uma das aves mais ameaçadas no planeta, a Arara-azul-de-lear está pela 1ª vez em exibição no Rio. Os répteis ganham um local específico para exposição e um aquário abriga mais de 100 espécies de peixe.

Quinta da Boa Vista – São Cristóvão
Tel: 21 3878-4200 

Informações : http://www.rio.rj.gov.br/riozoo

postado por: KIDS in

Comida serve para muito mais do que matar a fome!

12/04/2012

Matar a fome e se alimentar bem são coisas muito diferentes. As vezes, vem tudo junto combinado. Melhor assim. Se toda vez que a gente for matar a fome, estiver se alimentando bem, vai ser ótimo. As vezes não dá, e as vezes a gente não tá afim mesmo. Ok, contanto que não seja sempre assim.

E se as funções dos alimentos estão muito relacionadas as suas vitaminas, minerais, fibras, etc… é preciso transformar isso em uma informação fácil pra que, tanto os adultos quanto as crianças, possam fazer suas escolhas de maneira adequada. E, a não ser que haja uma recomendação específica, ninguém senta pra comer “um pouco de vitamina A”.

Pra facilitar a vida das crianças (e de muitos adultos), vamos aos exemplos simples: qual a relação das frutas e do cocô. Elas não são as únicas nessa relação de solta e prende com as funções do intestino. O espinafre e a farinha estão aí pra mostrar que se vai muito mais além, nesse vai e vem. Todo mundo conhece o poder do mamão, sim ele é famoso, ainda mais com granola em cima. Mas quem tem esse tipo de questão, não deve prestar atenção no que vai pra dentro somente no cafê da manhã. Lembre-se dos alimentos integrais na hora do almoço e do jantar. E vá aprendendo aos poucos e por experiência própria no seu corpo, o que te ajuda.

E aproveitando os dias pós Pascoa… vamos pensar na banana? Pois se ela e a goiaba estão do lado que prende, a laranja e a ameixa estão do lado que solta. Ensinar esse tipo de relação às crianças desde cedo é um bom caminho pra evitar problemas maiores e mais estabelecidos. Na páscoa do ano passado, do alto de seus 5 anos, um dos meus filhos me pediu: “Mãe, deixa eu comer um pouquinho mais do meu ovo de chocolate, eu como uma bananinha também pra ficar tudo bem…” Lembre-se, tudo que se ensina, pode ser usado a favor ou contra você!

postado por: Atelie das Idéias